full screen background image

Uillian Correia lamenta derrota: ‘primeiro tempo muito ruim’

Kanu admitiu erro: “É Campeonato Brasileiro, né? Tivemos duas falhas, tomamos dois gols” Um primeiro tempo muito fraco tecnicamente e um segundo com falhas de finalização. O dia de domingo (22) deve ser esquecido pelo torcedor do Vitória, mas bastante lembrado pelo elenco, que precisa aprender com os erros cometidos na derrota por 2×1 contra o Atlético Mineiro. As lições, aparentemente, já começaram a ser aprendidas. Os próprios atletas admitiram que não renderam aquilo que podem. “A gente fez um primeiro tempo muito ruim. Até conseguimos um segundo tempo mais consistente, agredimos a equipe do Atlético Mineiro, mas faltou capricho. Se a gente capricha mais um pouquinho, a gente poderia sair do jogo pelo menos com um empate. Mas agora é pensar no Corinthians, porque é quem temos pela frente”, avaliou o volante Uillian Correia, em entrevista à Rádio Metrópole.  Um dos personagens negativos da partida, o zagueiro Kanu, que teve uma falha feia no segundo gol do Galo, se justificou. “É Campeonato Brasileiro, né? Tivemos duas falhas, tomamos dois gols. Futebol é isso. No Brasileiro temos jogadores de muita qualidade. Quando você erra, infelizmente, pode tomar gol”, analisou o zagueiro. Já para José Welison, o time até reagiu em campo, porém tarde demais. “A gente acordou no segundo tempo, mas bobeamos demais e tomamos o segundo gol. Ainda fizemos um, mas foi um pouco atrasado. Não deu mais pra empatar ou vencer”, lamentou o volante, que atuou improvisado na lateral direita. O Vitória volta a campo na quarta-feira, para enfrentar o Corinthians, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo será às 19h30, no Barradão.

Fonte: correio

Cirurgia de Neymar é bem-sucedida e craque pode voltar em seis semanas

Após ser operado neste sábado (3/3) em Belo Horizonte, o atacante Neymar passará por uma avaliação de sua condição física em seis semanas. Foi o que o Paris Saint-Germain e a CBF revelaram em comunicado oficial divulgado horas após a realização de cirurgia devido a uma fratura no quinto metatarso do pé direito. “Um balanço será realizado em torno de seis semanas, a fim de precisar a data possível de retorno das atividades de treinamento”, anunciaram.
De acordo com o comunicado, a cirurgia no hospital Mater Dei teve êxito. A nota também explicou como se deu o procedimento cirúrgico, liderada pelo médico Rodrigo Lasmar, da seleção brasileira de futebol. “Ela consistiu na colocação de um parafuso associado a um enxerto ósseo colocado ao nível da lesão do quinto metatarso direito”, acrescenta.
Neymar deve receber alta hospitalar neste domingo (4). Depois, iniciará o processo de recuperação sob supervisão do Paris Saint-Germain. “A reabilitação pós-operatório começará imediatamente, com acompanhamento do fisioterapeuta do PSG”.

De Belo Horizonte, Neymar vai seguir para Mangaratiba, no litoral fluminense, onde iniciará o processo de reabilitação. O craque do Paris Saint-Germain conta com sua própria “comissão técnica”, o preparador físico Ricardo Rosa e o fisioterapeuta Ricardo Martini, que o acompanham desde a época que ele atuava no Santos.

O jogador deverá permanecer na sua residência nas próximas semanas, até ser liberado para realizar trabalhos em que poderá colocar o pé direito no chão. Isso deverá durar por ao menos 20 dias, com o atleta ficando principalmente em repouso, com movimentação limitada. Isso é necessário para que a fratura no quinto metatarso do pé direito tenha uma ótima cicatrização.

O camisa 10 do PSG se lesionou no último domingo, durante a vitória do PSG sobre o Olympique de Marselha. A previsão feita por Lasmar, antes da operação, era de que ele ficaria até três semanas sem jogar. Mas, segundo o comunicado oficial, a condição física do atacante e o estágio da recuperação ficarão mais claros em seis semanas. (Com informações da Agência Estado)

Barcelona anuncia oficialmente contratação de Paulinho

Barcelona anunciou oficialmente nesta segunda-feira (14) a contratação do jogador brasileiro Paulinho após desembolsar uma quantia de 40 milhões de euros, o equivalente a R$151 milhões, para fechar a negociação.

Em nota divulgada, o clube catalão comunicou que o meio-campista será submetido a um exame médico na próxima quinta-feira (17), data em que também assinará o contrato e será apresentado oficialmente.

Ainda de acordo com o comunicado, o Barcelona informou que a cláusula de compra do ex-jogador do Corinthians ficou fixada em 120 milhões de euros. Segundo dados do site “Transfermkt”, Paulinho se tornou o quarto jogador mais caro da história do Barcelona.

Aos 29 anos, o jogador ganhou destaque desde que trocou o Tottenham pelo time chinês Guangzhou Evergrande, comandado por Luiz Fernando Scolari. Além disso, é um dos principais atletas do elenco da seleção brasileira.

O Barcelona ainda tenta fechar duas negociações com o Liverpool, para garantir Philippe Coutinho, e com o Borussia Dortmund, para contratar o jovem atacante de 20 anos Ousmane Dembélé, forte candidato de ser o substituto do craque Neymar. (ANSA)

Ronaldinho diz que Neymar é “piii” e revela o seu melhor time na balada

Entre uma pelada e outra, Ronaldinho Gaúcho agora precisa arrumar tempo para cumprir com suas obrigações de embaixador internacional do Barcelona. E o lançamento de uma nova linha do clube catalão fez o ex-jogador ir até um shopping na Zona Oeste de São Paulo na noite dessa quinta-feira. Com o famoso sorriso dentuço no rosto praticamente o tempo todo, o craque chegou a atender os jornalistas, mas acabou falando sobre a passagem de Neymar pelo Barça. Ciente da fúria de boa parte da torcida espanhola por causa da transferência de Neymar ao Paris Saint-Germain, Ronaldinho fez questão de exaltar a passagem de seu “sucessor” pelo Camp Nou.

“Esse é piii”, disse, evitando usar um palavrão. “Ele é mais um dos nossos que passou por lá e deixou a porta aberta para outro brasileiro chegar. Esse é o maior orgulho que a gente pode ter. Antes de mim passaram Ronaldo, Rivaldo, Romário, o senhor Evaristo… E o maior orgulho que a gente pode lembrar é que a gente passou e deixou a porta aberta para outro brasileiro vir. O Neymar deu seguimento a tudo isso, deixou a porta aberta, fez a dele bem feita e é o nosso maior ídolo hoje”, argumentou o ídolo das duas equipes europeias envolvidas na negociação.

E quando o mestre de cerimônia do evento liberou uma única questão ao público, o assunto desviou para a descontração. Ronaldinho, então, entrou no clima e revelou qual time em que atuou foi melhor à noite, fora de campo: Flamengo de 2011 ou Atlético-MG de 2013. Sem titubear, o ex-camisa 10 foi enfático no microfone. “Flamengo, disparado”.

As gargalhadas causadas com a resposta de Ronaldinho ofuscaram até mesmo a voz do mestre de cerimônia, que também não segurou o riso, mas logo retomou ao tema com uma sabatina focada na passagem de Ronaldinho pelo Barça.

Questionado sobre sua importância para o início da trajetória de Messi, o brasileiro foi comedido. “O cara desde novo já se destacava, Quando eu cheguei no Barcelona todo mundo já comentava dos destaque que ele tinha. A única coisa que eu, o Deco, fizemos foi dar uma ajudinha”, comentou, antes de brincar com o argentino. “Mas, buscou muito café para mim”.

Outro que não escapou nem da habilidade com os pés nem da língua afiada de Ronaldinho foi o ex-zagueiro Paolo Maldini, eleito pelo duas vezes melhor do mundo como o melhor zagueiro que já enfrentou. “Maldini merece todo respeito”, disse, para em seguida ser lembrado do chapéu que aplicou no italiano. “Não escapou também, não”, completou Ronaldinho.

Fique por dentro do mundo do esporte!

Receba alertas no seu computador das principais notícias do site

Por fim, o atleta revelado pelo Grêmio de Porto Alegre e com passagens por PSG, Barcelona, Milan, Atlético-MG, Querétaro-MEX, Fluminense e, além disso, campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002 elegeu o seu momento inesquecível com a camisa do clube catalão.

“Ser aplaudido no estádio do maior rival. Poucos tiveram esse privilégio. Na hora eu não tinha noção o que aquele gesto ia representar. Até hoje todos falam. Hoje em dia eu me orgulho muito”, contou. O fato citado aconteceu em novembro de 2005, no estádio Santiago Bernabéu. Na ocasião, o Barcelona fez 3 a 0 no Real Madrid com dois gols de Ronaldinho e um de Samuel Eto’o.

Convocado por Tite, Giuliano acerta ida para Fenerbahce

Convocado pelo técnico Tite para os próximos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, Giuliano foi confirmado como reforço no Fenerbahce. De acordo com a assessoria de imprensa do meia, ele viajará ainda nesta sexta-feira (11) para assinar o contrato.

Sem perspectivas de titularidade no Zenit depois da chegada do treinador italiano Roberto Mancini, Giuliano espera ter ritmo para se manter nas listas de Tite na seleção brasileira agora no novo clube. O jogador tem sido figura frequente nas convocações do técnico.

No momento, outros dois jogadores brasileiros defendem o Fenerbahce: o atacante Fernandão, ex-Palmeiras, Bahia e Atlético-PR, e também o volante Souza, com passagens por Vasco, Grêmio e São Paulo. Com informações da Folhapress.

Na chegada ao PSG, Neymar rejeita incômodo com sombra de Messi

Foto: AFP PHOTO / Lionel BONAVENTURE

Foto: AFP PHOTO / Lionel BONAVENTURE

Neymar foi apresentado nesta sexta-feira como jogador do Paris Saint-Germain, na transação mais cara da história do futebol. Logo de cara, o atacante deixou claro que sua decisão de deixar o Barcelona não teve relação com o fato de não ser o protagonista principal da equipe, em função da presença do astro Lionel Messi.

“Não influenciou em nada (a questão do protagonismo), O meu desejo de vir ao Paris foi por querer um novo desafio, buscar algo diferente, não é porque eu me sentia incomodado, nunca busquei protagonismo na minha vida, isso é relativo. Não quero protagonismo, vim buscar títulos, é o que a torcida merece, o que o clube merece. Sou movido a desafios, querer me superar”, afirmou o brasileiro.

Com a presença de Neymar, o Paris Saint-Germain espera alcançar um novo patamar no futebol europeu e se juntar aos mais tradicionais do continente. O foco principal obviamente é ganhar o título inédito da Liga dos Campeões da Europa. Para o atacante, esse projeto é ambicioso e foi a grande razão de aceitar a oferta do clube francês.

“Estou aqui pela missão, é parecida com a minha, de querer vencer, buscar algo maior, um novo desafio, foi onde meu coração pediu para ir, com toda felicidade do mundo”, disse.

Os números da ida de Neymar causaram grande impacto no mundo. O Paris Saint-Germain pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros. Além disso, o atacante terá um salário estimado em R$ 111 milhões por temporada.

 Fonte: Gazetaesporte

Neymar já ganhou mais de meio bilhão de reais com o futebol

Entre salários, bônus e patrocínios, Neymar já conquistou com seu futebol mais de meio bilhão de reais. Ao longo de sua carreira, o atacante da seleção brasileiro acumulou ao menos R$ 566 milhões, em valores reajustados pelo IPCA. Em 11 anos, o salário de Neymar foi de R$ 2.000 mensais em 2006, quando jogava nas categorias de base do Santos, para os cerca de R$ 9,25 milhões por mês que deverá receber para ser a estrela maior do Paris Saint-Germain, da França. O dobro do que ele recebia no Barcelona. Mas não é de hoje que o nome de Neymar é acompanhado por cifrões. O primeiro grande salto nos seus ganhos com o futebol aconteceu em 2011, dois anos depois de fazer sua estreia pelo time profissional do Santos. No ano anterior, ele havia recebido proposta milionária do Chelsea, da Inglaterra. Como contrapartida, o clube da Baixada Santista preparou um plano de carreira para o atacante, complementando seu salário com dinheiro oriundo de ações publicitárias, e o convenceu a ficar no Brasil.

Também colaborou para o crescimento de suas receitas o acordo de patrocínio com a Nike, firmado em 2011 e que ao longo de 11 anos devem render US$ 105 milhões ao atacante. O boom de rendimentos naquele ano, no entanto, aconteceu principalmente devido a um acordo, então mantido em segredo, entre o pai do atacante e o Barcelona para garantir a transferência do atleta para o clube catalão anos mais tarde. Além de receber 10 milhões de euros (R$ 22,1 milhões na cotação da época) já em 2011, foram prometidos outros 30 milhões de euros quando a transferência se completasse, o que aconteceria em 2013, quando, graças ao acordo costurado pelo pai do atacante, Neymar obteve o maior rendimento de sua carreira.

Naquele ano, entre os bônus pela assinatura do contrato e acordos firmados entre a empresa do jogador e o Barcelona, Neymar recebeu 42 milhões de euros (R$ 165 milhões em valores corrigidos pela inflação) por sua transferência. Mais do que o dobro dos 17,1 milhões de euros pagos oficialmente ao Santos.

Nos anos seguintes, o sucesso ao lado de Messi também gerou dividendos para o atacante. Seu salário de 5 milhões de euros por temporada era incrementado pelo pagamento de bônus por títulos e número de partidas disputadas pelo Barcelona.Foi assim até o meio do ano passado, quando o Paris Saint-Germain mostrou interesse no futebol do jogador. O assédio do clube francês fez os catalães triplicarem o salário do atacante e aumentarem a multa por quebra de contrato. Neymar passou a ganhar 15 milhões de euros por temporada.

O clube parisiense, porém, voltou à carga com mais ênfase em 2017. Dessa vez, a oferta salarial de 30 milhões de euros (cerca de R$ 111 milhões) por ano e a recusa da diretoria do Barcelona de dar um aumento em contrapartida, levaram à decisão do jogador de trocar de clube. Com informações da Folhapress.

Santos pode não receber nada pela transferência de Neymar; entenda

O Santos pode levar um “chapéu” e não receber nada pela transferência de Neymar. Segundo informações do blog “Rodrigo Mattos”, do UOL, o Barcelona e o Paris Saint-Germain entendem que o pagamento da multa não se caracteriza como “venda”, o que, em tese, não obriga o repasse de um percentual para o clube que formou o atleta.

O Santos, por sua vez, acredita que, por precedentes na Fifa, tem direito de receber parte dos 222 milhões de euros (R$ 820 milhões) que envolve a negociação que deve se tornar a maior da história do futebol mundial. O clube do litoral paulista levaria cerca de 11 milhões de euros (R$ 40,8 milhões).

Resultado de imagem para Neymar

O artigo 21 do estatuto de transferência não especifica se o valor que deve ser repassado ao clube formador implica na multa rescisória. ”Se um profissional é transferido antes da expiração de seu contrato, qualquer clube que contribui para sua educação e treino tem direito a receber um percentual de compensação paro ao clube formador”.

Caso o Santos não receba qualquer valor, o clube poderá ir à Fifa.