full screen background image

Conheça o ator baiano que catou papelão, morou no Pela Porco e agora está na Glob

No elenco da série Carcereiros, Jean Amorim comenta sua trajetória de catador de papelão a ator, com direito a protagonismo no filme Capitães da Areia. Quem olha para o semblante tranquilo do ator baiano Jean Luis Amorim, 23 anos, não imagina a metade do que enfrentou na vida. Do “Jean maloqueiro ao Jean ator”, como o próprio define, perdeu amigos para o tráfico de drogas, catou papelão, enfrentou a violência nas ruas do Pela Porco, periferia onde cresceu em Salvador, foi expulso da escola e ouviu muita gente dizer que não passaria dos 17 anos, por conta do seu comportamento agressivo.

Acontece que a arte entrou em sua vida e tudo mudou. Depois de ser chamado para interpretar o marcante Pedro Bala, no filme Capitães da Areia, de Cecília Amado, sem nunca antes ter atuado, Jean tomou gosto pela profissão. A partir da oportunidade que surgiu há mais de dez anos, atuou em Malhação (2015), no filme Na Quebrada (2014) e na série Carcereiros, que estreia quinta-feira (26) na Globo/ TV Bahia, com Rodrigo Lombardi no papel principal.

Premiada em Cannes, no Grande Prêmio do Júri do Mip Drama, e inspirada na obra de Drauzio Varella, a série retrata a realidade do sistema prisional brasileiro. Universo que foi apresentado a Jean bem cedo, mas do ponto de vista dos amigos que contavam detalhes da experiência na prisão. “Conheci um menino que cometeu o primeiro homicídio com 10 anos. Depois encontrei com ele e o moleque tinha 13 anos com mais homicídio que a própria idade”, lembra Jean.

Ao questionar o garoto sobre o que sentia ao matar alguém, ouviu como resposta: “nos primeiros dias fiquei preocupado, mas depois você acostuma. Ainda mais depois de ir pra cadeia, porque a galera te passa uns ensinamentos. Fico lá de boa, tô ali protegido”. Mesmo com todo o “preparo” para enfrentar a realidade dura, Jean não esconde o tom de preocupação, do outro lado da ligação, enquanto narra a história.

“Pra ele era normal… Esse moleque não chegou nem a completar 18 anos. O sistema faz o cara virar cada vez mais um monstro”, diz em tom de crítica. “Quanto mais cedo você tem um moleque na cadeia, mais cedo ele vai se tornar um bandido pior, porque a cadeia é uma escola do crime”, defende o ator que é declaradamente contra a redução da maioridade penal.

Jean Amorim, Rodrigo Lombardi e Tony Tornado na série Carcereiros (Foto: TV Globo)

Liderança
A partir da experiência de vida na periferia e no filme Na Quebrada, gravado em um presídio real, Jean foi construindo a base para seu novo personagem. Vinícius é o carcereiro mais novo do grupo de agentes da penitenciária Vila Rosário, onde se passa a série Carcereiros que ganha três episódios inéditos para a versão da TV, além dos 12 já disponíveis no Globo Play.

“Vinícius é esse cara que tem que prestar atenção e, ao mesmo tempo, não demonstrar para os presos que é inexperiente, porque senão vira alvo fácil”, explica. Como, então, colocar 200 presos na cela só com a palavra? “Você tem que conquistar a confiança deles. Pra mim, que vim de periferia, meio que conheço essa galera, sei que você tem que falar o dialeto deles”, responde Jean.

Colega de cena, o ator paulista Rodrigo Lombardi, 41 anos, destaca a força de vontade de Jean, que tem uma liderança natural e “é um menino encantador”. “Ele é um ator dedicado, concentrado, observador, que busca tirar o melhor em cada cena, por isso, ainda vamos ouvir falar muito do seu talento. Embora fosse o mais novo do time dos carcereiros, ele demonstrou ser muito maduro no dia a dia, e isso conquistou todo mundo”, elogia.

Essa liderança, vale ressaltar, foi o que chamou a atenção de Cecília Amado, 42 anos, diretora do filme Capitães da Areia. “Conheci Jean quando ele tinha 11 anos, foi no Projeto Axé, anos antes de começar a busca oficial pelo elenco. Naquele dia, anotei no meu caderno: Jean Luis, 11, gordinho, jeitinho de Pedro Bala. Que jeito era esse? Não sei!”, conta Cecília com bom humor.

Foram 1.200 entrevistas e Jean estava entre os 90 selecionados. “Jean era tímido, a princípio, e no final era querido, uma espécie de líder daqueles 90 meninos e meninas, mesmo sendo um dos mais jovens”, lembra a diretora. “É um orgulho ver o homem que se tornou. Sempre focado e solidário com os seus, com o bairro de onde veio, com sua família e os outros Capitães. Um dos maiores exemplos que tive na vida”, elogia.

Braço direito de Jean no filme, e depois na vida, o ator Roberio Lima, 27 anos, lembra que ficou surpreso quando o conheceu durante as filmagens.

“Ele conseguia chamar a atenção, mesmo sendo um dos mais novos. Era o líder da bagunça, mas ao mesmo tempo um cara família, superprotetor. Tinha liderança desde moleque. Mesmo mais velho, eu pensava: ‘caramba, olha pra esse moleque. Colocava o terror em todo mundo. O líder do bando”, ri Roberio, que deu vida ao Professor de Capitães da Areia

No filme de Cecília Amado, inspirado na obra de Jorge Amado, Jean era o líder dos Capitães da Areia: Pedro Bala (Divulgação)

Resistência
Foi com essa determinação e liderança que Jean passou de “maloqueiro a ator”. Foi enfrentando abordagens policiais na porta da escola, porque achavam que estava com droga na mochila, e enfrentando a fama de brigão, até ser expulso do colégio. Foi catando papelão, vendendo picolé na praia e trabalhando como garçom para ganhar um trocado e ajudar os pais, que criaram sete filhos.

“Muita gente falava que eu não passaria dos 17, porque era muito violento, andava com pessoas envolvidas, e meu pai sempre trabalhava, minha mãe estudava. Nas periferias do Brasil, as crianças acabam se envolvendo com o tráfico por falta de instrução. Quem vai dizer o que elas devem fazer?”, provoca Jean.

Foi se dedicando às aulas de música no Projeto Axé e agarrando seu primeiro papel no cinema que mudou de vida. Para viver de arte, concluiu o segundo grau com supletivo e se debruçou em cursos de atuação. A mesma arte fez com que morasse no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde vive hoje, e conhecesse sua namorada, a também atriz Jennifer Nascimento, 24, durante as gravações de Malhação.

No elenco de Malhação – Sonhos, em 2015, Jean deu vida ao lutador de Muay Thai Marcão, que tinha uma banda com Sol (Jeniffer Nascimento), sua namorada na vida real, e Paula (Daniela Dillan)

“Nasci num lugar muito violento: eu tinha 4 anos quando vi a primeira pessoa morrer na minha frente. A arte me salvou, porque até os 13 anos eu não tinha expectativa de vida. Além disso, foi ela  que me fez não me envolver com a criminalidade”, garante o ator que também destaca o efeito da atuação na sua autoestima. “A gente quer ser visto de alguma forma, somos marginalizados o tempo inteiro”, desabafa.

Depois que passou a viver da arte, Jean conta que começou a expandir a mente e querer buscar viver de outra forma. Hoje, conta orgulhoso, “sirvo de referência pra muitos da minha comunidade”. Então completa: “Sou resistente: consegui transformar uma oportunidade em vida”.

Contratado do SBT, João Guilherme aparece na Globo e faz homenagem para o pai

O ator João Guilherme, longe da TV desde o término de Cúmplices de um Resgate retorna à telinha na próxima novela infantil do SBT, As Aventuras de Poliana. Contracenará mais uma vez com a ex-namorada Larissa Manoela.

Na tarde deste domingo, 15/04, o jovem apareceu em um programa da TV Globo e fez o cantor Leonardo, seu pai, se emocionar com uma declaração feita em conjunto com os outros outros irmãos, Pedro, Zé Felipe e Matheus.

Leonardo falou da emoção ao ver os filhos cantando e destacou um dos herdeiros.”No primeiro verso que ele cantou da música eu fiquei olhando pra ele (Zé Felipe) assim… aí eu demorei, mais ou menos, 30 segundos pra me derreter, né? Desintegrar, chorar e acabar com a maquiagem, mas ele chorou primeiro cara. (risos)”, disse o cantor sertanejo, que participou do Tamanho Família.

JOÃO GUILHERME POSTA FOTO COM A FAMÍLIA E CHAMA A ATENÇÃO

O ator e cantor João Guilherme vai retornar à telinha em breve. Ele terá destaque na próxima novela infantil do SBT, com o título de As Aventuras de Poliana, onde mais uma vez contracenará com Larissa Manoela, sua ex-namorada.

Mas o que está chamando a atenção no momento é uma foto que o filho do cantor Leonardo publicou nas redes sociais no último domingo, 01/04. Comemorando a Páscoa, João reuniu toda a família em um único clique.

“tudo junto e misturado pra desejar uma feliz Páscoa com muito amor ❤️”, disse ele na legenda da foto onde aparece com a mãe, avó, primos e irmão. Um detalhe chamou a atenção. Pietro, o irmão mais novo dele, não aguentou a farra e dormiu. Que fofo.

Fonte: OTVFOCO

Zayn vai continuar história de “Dusk Till Dawn” em novo clipe; veja prévia

Zayn Malik está se preparando para lançar sua nova música e ontem ele divulgou uma prévia do clipe que a acompanhará.

O legal é que esse vídeo vai dar continuidade à história vista no clipe de “Dusk Till Dawn” como é indicado no fim do trecho.

Veja abaixo:

Por enquanto não há previsão de lançamento, só um aviso de “em breve”. Estamos esperando, Zayn! Inclusive, neste domingo o primeiro CD solo dele, “Mind of Mine”, completa dois anos.

Vem relembrar “Dusk Till Dawn” aqui:

Shawn Mendes divulga data de música nova!

Resultado de imagem para Shawn Mendes

Que saudades desse maravilhoso!

Shawn Mendes já começou a atiçar os fãs deixando bem claro que tá chegando material novo dele ainda nesta semana.

Ele postou em seu Instagram um vídeo mostrando duas datas: 22 e 23 de março, quinta e sexta-feira respectivamente.

Na Times Square apareceu um outdoor do cantor com o logo do Spotify e os dizeres: “Em breve” .

O fórum ATRL diz que sexta-feira teremos uma música chamada “In My Blood”.

Contando os dias! Pode vir, Shawn!

Zé Felipe afirma adorar prostíbulo: “Toda mulher tinha que deixar o marido ir”

Zé Felipe mostrou mais uma vez que não tem papas na língua. Ao participar do canal de Matheus Mazzafera no YouTube, o cantor falou sobre uma casa de swing.

Zé disse que iria tranquilamente para ela e confessou adorar um prostíbulo. “A vida é muito curta pra gente ser chato. Só fui gravar um clipe uma vez (na casa de swing), mas puteiro já fui demais, adoro um puteiro. Amo, é lindo, bom demais“, revelou o jovem.

O cantora ainda aproveitou para incentivar os homens a irem ao local com a permissão das esposas. “Todo homem tem que ir num puteiro. Acho que toda mulher tinha que deixar o marido a ir um puteiro. Às vezes, você vai só pra ver, tomar uma cerveja, dar uma risada”, disse ele.

Também na entrevista, Zé contou também que já se relacionou com mulheres 15 anos mais velhas. “Devia ter mais até. Eu gosto de mulher mais velha, prefiro bem mais”,afirmou o sertanejo.

Confira o vídeo:

Micael Borges explica o porquê de não cantar mais músicas de “Rebelde”

Bombando desde que começou a ser agenciado por AnittaMicael Borges revelou estar vivendo um “sonho”, em entrevista ao jornal “Extra”, e ponderou que nunca desistiu de buscar pelo seu objetivo.

“Não é todo dia que a gente acorda animado, né! Tem momentos em que estamos com a corda toda, cheios de ideias. Em outros, nem tanto. Agora, desistir, nunca! Não devemos nunca desistir de nossos sonhos por mais difíceis que eles pareçam”, disse.

Micael também falou sobre “Rebelde” e explicou o motivo de não cantar músicas do grupo em seus shows.

“Porque são músicas que ficaram presas no enredo da novela e eram cantadas em grupo. Sou muito grato a essa fase linda da minha vida”, explicou.

OMG! Shawn Mendes revela quando perdeu a virgindade

Imagem relacionada

Essa semana, Shawn Mendes concedeu uma entrevista para a rádio “The Edge NZ” e participou de um desafio no qual teve que responder perguntas bem íntimas. Neste jogo, Shawn revelou que fez sexo pela primeira vez aos 16 anos. O canadense também disse que a pessoa mais velha com quem ele transou tinha 25 anos e ele 19. O que faz pouco tempo, já que o aniversário dele é em agosto. Shawn já havia dito em uma entrevista que prefere mulheres mais velhas.

Nick Jonas fala sobre “Ruin The Friendship” pela primeira vez

Demi Lovato, recentemente lançou o seu novo álbum, “Tell Me You Love Me”, e existe uma faixa no álbum que chamou muito a atenção dos fãs, “Ruin the Friendship”. A música fala sobre travessar a linha e “arruinar a amizade” por uma noite de amor.

“Deixe seu cigarro pra lá e me anime. Toque sua guitarra pra mim, aquela música que eu amo”, diz um dos versos. Lembrando que além de tocar guitarra, sabemos que Nick também gosta de cigarros.

 O cantor Nick Jonas deu uma entrevista para a rádio Q100 nesta segunda e o locutor perguntou o que ele achou da música de Demi. A cantora se nega a dizer sobre quem é, mas quando se liga os pontos da música, se trata de NickLocutor: qual foi sua primeira reação ao ouvir “Ruin the Friendship”?
Nick Jonas: Eu achei que é uma ótima música. E ainda acho.
Locutor: Algum problema com relação a ela?
Nick Jonas: Não, não. Nós dois somos artistas. Temos que escrever sobre o que é importante e real para nós. Eu escrevi muitas músicas, é meu jeito de processar meus sentimentos e emoções. Eu questionar a liberdade de outra pessoa fazer isso seria errado. Estou animado. Acho que é uma ótima música.

Nick também falou que houve uma época em que ele teve que se afastar da cantora, enquanto ela fazia o tratamento para superar os seus problemas mentais.

“Tive que criar barreiras com ela e falar ‘olhe, até que você fique bem, até que sua cabeça chegue ao lugar cedo e você tenha cuidado consigo mesma, eu não tenho certeza se podemos ter um relacionamento saudável’”, contou.

Além disso, Demi e Nick também já fizeram uma turnê inteirinha juntos, a “Future Now”, no ano passado.

Se você ainda não escutou a letra dessa faixa, corre no Spotify e deixa seu shipper pelos dois aflorar sem medo! Aproveita e coloca o álbum todo tocar, porque as faixas de “Tell Me You Love Me” são incríveis.